quinta-feira, 27 de março de 2014

sexta-feira, 21 de março de 2014

Semana da Leitura 2014



 




No âmbito do projeto SOBE (Saúde Oral Biblioteca Escolar), os alunos do 5º ano criaram uma história alusiva ao tema e fizeram a apresentação da mesma aos meninos do Pré-escolar.

Atividade realizada

Entrega de certificados aos meninos do Pré-escolar


Semana da Leitura 2014


Encontro com a Ilustradora Maria João Raimundo


quinta-feira, 20 de março de 2014

Semana da Leitura 2014








Hoje, na continuidade da Semana da Leitura 2014...
No período da manhã a Carlinda Marcelo apresentou o livro "A princesa da luz e a fada de cristal" cuja história é verídica.
Estiveram presentes as turmas do Pré-escolar e a turma do 5º A. No final todos receberam uma lembrança, alusiva ao tema, que a Carlinda preparou.
No período da tarde a turma do 1º ano com a ajuda da Profª. Célia, recitaram lengalengas.
Estiveram a assistir a esta atividade, as turmas do Pré-escolar, 2º, 3º e 4º anos e os encarregados de educação dos alunos do 1º ano que também contribuíram, ajudando-os em casa.
A equipa da Biblioteca agradece a vossa presença, estão todos de parabéns.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Semana da Leitura






Semana da Leitura 2014.
O segundo dia foi:
Encontro com uma Contadora de Histórias.
A senhora Margarida Chunça contou e encantou com as suas histórias, gestos, alegria, simpatia e com uma sensibilidade impressionante, as turmas do Pré-escolar e 1º ciclo, os adultos adoraram, sem dúvida um dia muito bem passado.
Recomendamos esta contadora de histórias. 
Obrigada à associação de pais e a todos que de algum modo fizeram possível, fazer este dia tão agradável.
Equipa da Biblioteca.

terça-feira, 18 de março de 2014

Semana da Leitura 2014





Abertura da Semana da Leitura 2014 com o escritor local António Eloy.
Apresentação da coleção: Energias e Sustentabilidade.
Terra - Água - Fogo - Água.
Recital de Poesias de vários escritores.
A equipa da Biblioteca agradece a vossa presença.

terça-feira, 11 de março de 2014

Visão Júnior na vossa biblioteca.

Livro em destaque no mês de março

Livro: O BARÃO

Sinopse:

Bruno Brian di Monreale, o Barão, como é conhecido, é o último descendente de uma antiga família siciliana.
Bruno cresce na Califórnia, com um pai severo e distante e uma mãe dividida entre um casamento precipitado...Ver mais

A Joaninha Vaidosa




Os alunos do pré-escolar vieram à Biblioteca ouvir a história "A joaninha vaidosa".
A atividade consistia em colorir imagens de animais alusivas à história.
No final foi feito um painel com a colagem dos mesmos.
Ficou um trabalho muito bonito, parabéns pela vossa participação.
Como de costume fizeram a requisição de livros.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Escritora / Personalidade do mês de março

Sophia de Mello Breyner Andresen(Porto, 6 de Novembro de 1919 - Lisboa, 2 de Julho de 2004) foi uma das mais importantes poetisas portuguesas do século XX. Foi a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões, em 1999.

 

A Vida de Sophia de Mello Breyner

Sophia de Mello Breyner Andresen é filha de Maria Amélia de Mello Breyner e de João Henrique Andresen. Tem origem dinamarquesa pelo lado paterno. O seu bisavô, Jan Heinrich Andresen, desembarcou um dia no Porto e nunca mais abandonou esta região, tendo o seu filho João Henrique comprado, em 1895, a Quinta do Campo Alegre, hoje Jardim Botânico do Porto. Como afirmou em entrevista, em 1993, essa quinta "foi um território fabuloso com uma grande e rica família servida por uma criadagem numerosa". A mãe, Maria Amélia de Mello Breyner, é filha do conde de Mafra, médico e amigo do rei D.Carlos. Maria Amélia é também neta do conde Henrique de Burnay, um dos homens mais ricos do seu tempo. Criada na velha aristocracia portuguesa, educada nos valores tradicionais da moral cristã, foi dirigente de movimentos universitários católicos quando frequentava Filologia Clássica na Universidade de Lisboa (1936-39) que nunca chegou a concluir. Colaborou na revista Cadernos de Poesia, onde fez amizades com autores influentes e reconhecidos: Ruy Cinatti e Jorge de Sena. Veio a tornar-se uma das figuras mais representativas de uma atitude política liberal, apoiando o movimento monárquico e denunciando o regime salazarista e os seus seguidores. Ficou célebre como canção de intervenção dos Católicos Progressistas a sua "Cantata da Paz", também conhecida e chamada pelo seu refrão: "Vemos, Ouvimos e Lemos. Não podemos ignorar!". Casou-se, em 1946, com o jornalista, político e advogado Francisco Sousa Tavares e foi mãe de cinco filhos: uma professora universitária de Letras, um jornalista e escritor de renome (Miguel Sousa Tavares), um pintor e ceramista e mais uma filha que é terapeuta ocupacional e herdou o nome da mãe. Os filhos motivaram-na a escrever contos infantis. Em 1964 recebeu o Grande Prémio de Poesia pela Sociedade Portuguesa de Escritores pelo seu livro Livro sexto. Já depois daRevolução de 25 de Abril, foi eleita para a Assembleia Constituinte, em 1975, pelo círculo do Porto numa lista do Partido Socialista, enquanto o seu marido navegava rumo ao Partido Social Democrata. Distinguiu-se também como contista (Contos Exemplares) e autora de livros infantis (A Menina do Mar, O Cavaleiro da Dinamarca, A Floresta, O Rapaz de Bronze, A Fada Oriana, etc.). Foi também tradutora de Dante Alighieri e de Shakespeare e membro da Academia das Ciências de Lisboa. Para além do Prémio Camões, foi também distinguida com o Prémio Rainha Sofia, em 2003. Sophia de Mello Breyner Andresen faleceu, aos 84 anos, no dia 2 de Julho de 2004 no Hospital da Cruz Vermelha. O seu corpo encontra-se no Cemitério de Carnide. Em 2014, a Assembleia da República decidiu homenagear por unanimidade a poetisa com honras de Panteão, devendo o seu corpo ser trasladado em abril ou julho deste ano para a Igreja de Santa Engrácia. Desde 2005, no Oceanário de Lisboa, os seus poemas com ligação forte ao Mar foram colocados para leitura permanente nas zonas de descanso da exposição, permitindo aos visitantes absorverem a força da sua escrita enquanto estão imersos numa visão de fundo do mar.

Livro recomendado pelo PNL no mês de março de 2014


À procura do ó ó perdido

Sinopse

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para crianças de 2 a 3 anos, destinado a leitura em voz alta.

~ Um bebé adormece num pequeno jardim. Durante o sono, um pássaro apodera-se do seu ó-ó branco e macio e leva-o para longe no céu.
Quando acorda, o bebé não fica nada contente. Propõem-lhe outros ó-ós, mas um ó-ó não se substitui. Com a ajuda do ar, da água, do fogo e do narrador, o bebé, depois de várias aventuras, reencontra o seu querido ó-ó.

Pascal Sanvic