quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Escritor do mês

José António Afonso Rodrigues dos Santos



José Rodrigues dos Santos é jornalista, escritor e professor de Ciências da Comunicação. Nasceu em Moçambique, em 1964. É agora Director de Informação da RTP e apresentador do Telejornal. Doutorou-se em Ciências da Comunicação com uma tese sobre reportagem de guerra. É autor de 5 livros, um dos quais de ficção. José Rodrigues dos Santos começou a sua carreira como jornalista em 1981, em Macau, trabalhando para a Rádio Macau. Depois de se licenciar em Comunicação Social da Universidade Nova de Lisboa, em 1987 foi trabalhar para a BBC em Londres e voltou a Portugal em 1990, integrando a RTP. De 1993 a 2001 foi colaborador da CNN. José Rodrigues dos Santos ganhou vários prémios académicos e jornalísticos. Venceu o Prémio Ensaio, do Clube Português de Imprensa, em 1986, e American Club of Lisbon Award for Academic Merit, do American Club of Lisbon em 1987. Ganhou o Grande Prémio de Journalismo (do Clube Português de Imprensa, em 1994. Internacionalmente, venceu três prémios da CNN: o Best News Breaking Story of the Year, em 1994, pela história “Huambo Battle”; o Best News Story of the Year for the Sunday, em 1998, pela reportagem “Albania Bunkers”; e o Contributor Achievement Award, em 2000, pelo conjunto do seu trabalho.



Marisa 8ºA

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Novidades...

Um traidor dos nossos


Sinopse

A Grã-Bretanha está mergulhada na recessão.

Um jovem académico de Oxford com tendências de esquerda e a namorada gozam férias durante a época baixa na ilha de Antígua. Aí, cruzam-se com um milionário russo chamado Dima, dono de uma península e de um relógio de ouro cravejado de diamantes, que tem uma estranha tatuagem no polegar direito.

Desafiados por ele para uma partida de ténis, os jovens amantes ver-se-ão lançados numa tortuosa viagem que os levará a Paris, a uma casa nos Alpes suíços e aos obscuros claustros da City de Londres, onde serão confrontados com a perversa aliança desta com os Serviços Secretos britânicos.

Elisa e Rita 8ºA

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Novidades...

Desejo Insaciável


Sinopse:

Um guerreiro mítico que tudo enfrentará para a possuir…

Depois de sofrer anos de tortura às mãos da horda vampírica, Lachlain MacRieve, líder do clã de lobisomens, está furioso. Ele descobriu que a companheira, que lhe estava predestinada e pela qual esperou um milénio, é uma vampira. Ou meia vampira. Emmaline é pequena, etérea, meio valquíria, meio vampira, mas de certo modo acalma a fúria que arde dentro dele.

Uma vampira enredada na sua mais selvagem fantasia…

Emmaline Troy sempre foi protegida e, finalmente, partiu à descoberta da verdade sobre os pais, até que um poderoso lobisomem a reclama como companheira, forçando-a a regressar com ele ao seu castelo na Escócia. Lá, o medo face ao seu raptor e aos seus obscuros desejos cedem lentamente perante uma corte sedutora que a fará aperceber-se dos seus anseios mais secretos.

Um desejo que tudo consome…

Mas um mal antigo do seu passado reaparece… Será que o seu desejo consegue levar um guerreiro orgulhoso a render-se e a transformar uma criatura gentil e frágil na guerreira que ela nasceu para ser?

Margarida 8ºA

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Novidades...

O Anjo Branco

A vida de José Branco mudou no dia em que entrou naquela aldeia perdida no coração de África e se deparou com o terrível segredo.

O médico tinha ido viver na década de 1960 para Moçambique, onde, confrontado com inúmeros problemas sanitários, teve a ideia de criar um serviço revolucionário: o Serviço Médico Aéreo.

No seu pequeno avião, José cruzava diariamente um vasto território para levar ajuda aos recantos mais longínquos da província. O seu trabalho depressa atraiu as atenções e o médico que chegava do céu vestido de branco transformou-se numa lenda no mato.

Mas a guerra colonial rebentou e um dia, no decurso de mais uma missão sanitária, José cruzou-se com aquele que se tornou o mais aterrador segredo de Portugal no Ultramar.

Inspirado em factos reais e desfilando uma galeria de personagens digna de uma grande produção, O Anjo Branco afirma-se como o mais pujante romance jamais publicado sobre a Guerra Colonial – e, acima de tudo, sobre os últimos anos da presença portuguesa em África.

Isabel 8ºA